segunda-feira, 26 de março de 2012

Educadores em greve fazem manifestação em três pontos de BH

Protesto foi nas avenidas Amazonas, Antônio Carlos e Cristiano Machado.
Categoria reivindica equiparação da carreira à de professor municipal.

Fonte: G1


Em greve, trabalhadores da educação infantil da rede pública municipal de Belo Horizonte fizeram protesto na tarde desta segunda-feira (26) em três pontos da capital mineira. De acordo com a Empresa de Transportes e Trânsito de Belo Horizonte (BHTrans), os manifestantes se reuniram nas avenidas Amazonas, na Região Centro-Sul, Antônio Carlos, na Região Noroeste e Cristiano Machado, na Região Nordeste.

Por causa do protesto, o trânsito ficou lento no sentido bairro das vias. Por volta das 17h, a BHTrans informou que os locais já estavam liberados, mas ainda havia retenção no tráfego.

Reivindicação
Segundo o Sindicato dos Trabalhadores em Educação da Rede Pública Municipal de Belo Horizonte (Sindrede-BH), a manifestação teve como objetivos divulgar o movimento junto á comunidade e pressionar a prefeitura para abertura de negociação. Os educadores reivindicam equiparação da carreira à de professor da rede municipal, com todas as garantias e benefícios recebidos pelos colegas.

Em nota, a prefeitura informou que cumpre na íntegra a Lei do Piso Salarial Nacional e que encaminhou à Câmara Municipal um Projeto de Lei que propõe transformar o cargo de educador infantil em professor da educação infantil. Entretanto, o Sindrede-BH alega que tal proposta não atende à solicitação dos educadores.

Ainda de acordo com a entidade, cerca de 80% da categoria adere ao movimento grevista. Já a prefeitura afirma que, nesta segunda-feira, não houve atividades em 17 unidades, o que corresponde a 25% paralisação.

Nenhum comentário: