segunda-feira, 5 de julho de 2010

Criação da BCMI (Bonificação por Cumprimento de Metas e Resultados) prejudica os servidores e ataca direitos constitucionais dos trabalhadores


O projeto de Lei 1174/10 foi enviado pelo executivo a CMBH no dia 21 de junho. O reajuste aos segmentos da educação está contemplado nas novas tabelas de vencimentos que vigoram a partir de abril e setembro de 2010. Os reajustes correspondem a 4,11% aos professores, 8% aos educadores infantis e 15% aos auxiliares de escola, biblioteca e secretaria. Porém, o prefeito Marcio Lacerda agiu de má fé, pois inclui no mesmo projeto medidas que prejudicam os servidores e atacam direitos constitucionais dos trabalhadores, como a criação da BCMI (Bonificação por Cumprimento de Metas e Resultados). Essa Bonificação, que será regulamentada por decreto e, portanto não sabemos maiores detalhes, exclui mais uma vez os servidores que tiverem licenças e faltas e ainda mais grave, veda o direito a recebimento da bonificação aos servidores que participarem de movimentos grevistas. Dessa vez o “prefeito-empresário” Márcio Lacerda exagerou !!! Quer amordaçar os sindicatos e atacar abertamente o direito dos servidores da PBH lutarem por seus direitos!
Está assim no site do Sindirede, nosso digníssimo prefeito quer amarrar o servidor para não se mobilizar e trabalhar mesmo se estiver doente. Tivemos uma reunião de representantes de escolas dia 01/07 e teremos outra essa semana para passa a posição da categoria a respeito. Como diz o título de um filme de artes marciais"Retroceder nunca, render-se jamais." E a luta continua.... ....Álissom Rocha

Nenhum comentário: