quarta-feira, 17 de fevereiro de 2010

[SindREDE/BH] Boletim sobre o golpe do dia 10 de fevereiro


PSTU/PV FRAUDA ATA E MANTÉM AS­SEMBLÉIA CONTRA O ESTATUTO DO SINDREDE-BH

No último 10 de Fevereiro, realizou-se na sede do SindREDEBH uma As­sembléia de filiados que foi convocada com a seguinte pauta:"Recomposição de 7 cargos na Diretoria". No início da Assembléia os representantes das chapas 1 e 3, solicitaram A alteração de pauta, pois a pauta inicial da assembléia desrespeitavao estatuto do SindREDEBH. A mesa, manipulada pela Vanessa Portugal, desconsi­derou as ponderações, não abriu o debate e encaminhou votação autoritariamente, como é do seu costume.
Foi uma grande manobra da Chapa PSTU/PV para tomar de assalto o SindREDE-BH. Resumindo, o PSTU ASSALTOU e se EMPOSSOU do SINDREDE!


Para isso, junto com a Comissão Eleitoral, queimou e falsificou atas, usou a lei eleitoral da DITADURA MILITAR para justificar um cálculo que lhe favorecia, realizou manobras em assembléia para garantir uma política partidária.
Vamos defender a categoria e defender o SindREDEBH, pois ele é nosso instrumento de luta, e não pode ficar na mão de quem não tem compromisso com os direitos da categoria.

Wânia Walquiria confirmou falsificação da ATA do dia 22 de dezembro

Depois de ser denunciado que a ATA do dia 22, a que menciona que pes­soas do PSTU/PV tinham tomado posse, era falsificada, a mesa comanda pela Vanessa Portugal pediu para a Wânia Walquiria esclarecer que a ATA que ele redi­giu não era falsa. Diferente do esperado, Vânia Walquiria confirmou que no dia 22 não foi redigida qualquer a ATA, confirmando que a denúncia da falsificação era procedente. Decepcionadas com a explicação, Vanessa e Selma, presidente da Comissão fraudadora, tentaram explicar o inexplicável.

Boletim da Comissão Eleitoral explicita a fraude

Durante a Assembléia foi distribuído um boletim de cor amarela em nome da Comissão Eleitoral reafirmando que a mesma usou uma lei partidária da época ditadura militar para fazer a fraude.
Reproduzimos um pequeno pedaço do boletim onde calculam os suplentes da Diretoria. Vejam a criatividade: nos 06 cargos de suplentes a chapa do PSTU/ PV ficou com 04 cargos e as chapas 1 e 3 com apenas 01 cargo cada. Uma verda­deira mágica: 51% dos votos são transformados em 66% dos cargos. Peça na sua escola um/a professor/a de matemática para verificar as contas do próprio boletim amarelo.
AS CHAPAS 1 E 3 VÃO CONTINUAR A LUTA PELO RESPEITO AO ESTATUTO DO SINDREDE-BH

Após a Assembléia companheiros/as presentes e, principalmente os repre­sentantes das chapas 1 e 3, reafirmaram o compromisso de continuar lutando pelo cumprimento do Estatuto.
- Um processo já foi encaminhado à justiça.
- Novas Assembléias de filiados serão convocadas.
- Reuniões serão realizadas em diversas escolas para discutir a fraude promovida pelo PSTU/PV.
- Vamos mobilizar para não deixar que o PSTU/PV exproprie o SINDREDE-BH

NEGOCIAÇÃO COM A PREFEITURA E MOBILIZAÇÃO DA CATEGORIA

As Chapas 1 e 3 continuarão mobilizando a categoria e serão realizadas negociações com o Governo Municipal no próximo período para discutir a pauta de reivindicações da educação.

Nenhum comentário: