domingo, 25 de outubro de 2009

Esclarecimentos: Chapa 3 - A travessia somos nós!


A CHAPA 3-TRAVESSIA é composta por companheiras e companheiros militantes independentes, anarquistas, de partidos políticos (Consulta Popular, PCB. PSOL), da CONLUTAS, INTERSINDICAL, Assembléia Popular.O que une essa diversidade de militantes é a defesa da escola pública de qualidade e comprometida com a classe trabalhadora, a defesa da Rede Municipal de Educação de Belo Horizonte.

A CHAPA 3-TRAVESSIA ocupa cargos na atual diretoria do sindicato. Neste espaço nossas companheiras e companheiro têm realizado um trabalho de articulação da categoria na luta por nossos direitos. Suas propostas repercutiram na garantia de direitos e na organização da nossa categoria.No que se refere à organização da categoria destacamos a luta firme pela manutenção da nossa sede e de nossos/as funcionários/as.

Nós da CHAPA 3-TRAVESSIA defendemos que não devíamos vender a sede própria nem demitir os/as funcionários/as quando passamos por uma forte crise financeira devido ao ataque do governo Pimentel. Nossa defesa pressupunha a capacidade de resistência e de criar alternativas de nossa categoria. Ela foi vitoriosa na Assembléia de Filiados e hoje nós continuamos com a sede própria, os/as funcionários/as, pagamos as dívidas e garantimos, via o desconto no Banco do Brasil, a arrecadação anterior.

Destacamos que durante a crise conseguimos o apoio de sindicatos de diferentes correntes políticas no sentido de doarem e/ou emprestarem dinheiro para pagamento de despesas que variavam das contas de telefone/fax até o pagamento do salário dos/as funcionários/as, entre os quais estão sindicatos da INTERSINDICAL, Conlutas, CUT, Nova Central e o Sindicato dos Comerciários de Contagem, na época filiado à Força Sindical. Conseguimos ainda a doação e/ou empréstimo de militantes da categoria para o custeio de despesas cotidianas, incluindo desde papel higienico até o financiamento de passagem aérea para o acompanhamento do processo de nossa Carta Sindical.

Nós da CHAPA 3-TRAVESSIA tivemos a iniciativa de irmos à Brasília para conversarmos pessoalmente com os responsáveis no Ministério do Trabalho pelo registro sindical. Na ocasião entramos em contato com parlamentares atuais e antigos, entre os quais destacamos o ex-deputado federal Sérgio Miranda e o atual senador José Neri, que fizeram gestões junto ao Ministério do Trabalho para a aceleração do processo de tramitação da nossa Carta Sindical. Conseguimos ainda o apoio de dirigentes de diferentes centrais sindicais nesse processo, incluindo a INTERSINDICAL, a Conlutas, e a CUT. No que se refere à defesa de nossos direitos, estivemos na linha de frente das lutas gerais da categoria, a exemplo da resistência ao projeto de lei que visava alterar nosso período de férias. As companheiras da nossa chapa junto aos/às companheiros/as da base da categoria é que estiveram presentes todos os dias na Câmara Municipal visitando os gabinetes e acompanharando todo o processo de tramitação do projeto angariando apoio ás nossas reivindicações. Em relação à luta específica da educação infantil, a ação de resistência que organizamos junto ao coletivo da educação infantil garantiu várias conquistas, entre as quais estão a redução da diferença salarial entre os cargos de educador infantil e professor municipal, o direito de participação nas eleições para o cargo de vice-direçaõ de UMEI.
Iniciamos junto ao coletivo de auxiliares de biblioteca a luta pelos direitos dos/as companheiros/as desse segmento da nossa categoria, para garantir uma carreira forte e unificada.

Obviamente, o sucesso de nossas propostas e ações só foi possível pelo apoio que tivemos e temos da categoria e pelo protagonismo da mesma na defesa de seus direitos.É neste sentido que acreditamos na importância da relação representante/representados, garantindo nas duas pontas o compromisso coletivo e a coragem para enfrentar as adversidades provocadas pela política neoliberal do governo municipal.

Por isso, pedimos o seu voto e o seu apoio para a CHAPA 3-TRAVESSIA a fim de que tenhamos uma maioria na direção do Sind-REDE/BH com disposição de luta e com coragem. Uma diretoria que, ao lado da categoria, lute com coragem e determinação por nossos direitos.

Nenhum comentário: