quinta-feira, 13 de agosto de 2009

[RMEBH] UMA AVALIAÇÃO DA NOSSA CAMPANHA SALARIAL NO PRIMEIRO SEMESTRE


Entramos o ano de 2009 com várias demandas, entre elas destacamos:

a) a situação de diversos professores e professas sem escolas devido à política da SMED de descartar profissionais com formação específica em confronto aberto aos direitos trabalhistas e educacionais;

b) a manutenção da postura autoritária da SMED em desconsiderar a situação concreta das escolas e construir medidas negociadas de superação dos problemas cotidianos que enfrentamos para implementar uma mudança na dita escola plural;

c) a ação dos interventores e interventoras, chamados de acompanhantes, que na maioria das vezes não chegam nem perto dos/as estudantes das escolas;

d) a política de perseguição aos/às Auxiliares contratados pela Caixa Escolar por causa da sua capacidade de luta e organização;

e) o corte do vale-alimentação das educadoras infantis;

f) a monótona repetição do governo em fazer tudo isso por causa da crise econômica.

Para responder a esses ataques, a categoria lotou as assembleias e manifestações. Construiu um calendário de lutas com atividades conjuntas com o funcionalismo municipal, para demonstrar a insatisfação e exigir negociações efetivas que garantam conquistas para a categoria.

Diante da ausência de respostas por parte do governo, na última assembléia foi definido que chegou o momento de radicalizar o movimento. Foi marcado o início da greve para o dia 14 de agosto. E nesse dia, junto com o funcionalismo público municipal, outros sindicatos da educação e com o movimento social, faremos uma nova manifestação na PBH.

CALENDÁRIO DE ATIVIDADES

14 de agosto – Assembléia da Categoria 13h30 – Praça da Estação e manifestação conjunta com sindicatos e movimento social

22 de agosto – Reunião de Auxiliares de Escola da Caixa Escolar

Agosto a Novembro – Curso Arte-Educação na Educação Infantil: (10) construindo caminhos

2 comentários:

Rafael disse...

Saudações!
Gostaria de apresentá-los o jornal A Nova Democracia. Uma publicação destinada a subsidiar com análise e informação a luta daqueles que buscam uma nova política, nova economia e nova cultura para o nosso país. É também um periódico de caráter democrático, popular, nacional e anti-imperialista, que tem como objetivo levar a verdade para as amplas massas oprimidas de nosso povo.

http://www.anovademocracia.com.br/
anovademocracia@uol.com.br

Unidade Classista disse...

Saludos! Agradecemos aos companheiros da LCP pela dica. Quem quiser conhecer um pouco mais da AND, está aí o link. Força sempre!