terça-feira, 17 de fevereiro de 2009

A categoria é uma só


O Coletivo Lima Barreto esteve na reunião d@s Auxiliares contratad@s pelo Caixa Escolar organizada pelo Sind-Rede/BH, realizada no sábado, dia 14 de fevereiro, na sede do sindicato. Aproximadamente 40 auxiliares (algumas escolas com até seis representates) estiveram presentes - sem medo de lobo mau e sem pinta de chapeuzinho vermelho - para tirar dúvidas, trocar experiências e levantar uma pauta com algumas das muitas reivindicações presentes no dia-a-dia: da humilhação à segurança; do desrespeito às leis trabalhistas mais básicas ao desejo de reconhecimento e visibilidade.
Estar presente foi a forma encontrada pelo Coletivo Lima Barreto para apoiar @s colegas e ao mesmo tempo mostrar para toda a classe que somos apenas um corpo que deve ser promovido e defendido por todos. Professor@s, Auxiliares de escola, biblioteca, serviços e contratados formam a voz desse corpo e unem-se para defendê-lo.Na reunião, auxiliares puderam tirar dúvidas e esclarecer vários detalhes junto à direção do Sindicato dos Trabalhadores em Educação da Rede Pública Municipal de Belo Horizonte e compreender melhor a estranha situação sindical que enfrentam: por um lado são afiliados à Federação, e por outro el@s têm a articulação política e representação à cargo do Sind-Rede/BH.
A PBH, num primeiro momento, achou confortável impor um sindicato na tentativa de esvaziar o então novíssimo Sind-Rede/BH. Não deu certo... Enquanto a situação de filiação começa a ser repensada e examinada por trabalhador@s, Federação e Sind-Rede/BH buscam cooperação para articular as situações de defesa dos interesses da classe.
Parodiando o teatrólogo alemão Bertold Brecht, pode-se dizer que mesmo contra a vontade do patrão, o gado sabe conversar e por isso não vai - mesmo - mansamente para o matadouro. Trabalhador conhece sua força e seu poder. Foi o que demonstraram @s Auxiliares contratados pelo Caixa Escolar. A categoria elegeu uma comissão para elaborar um manifesto a fim de levar seus interesses para a Assembléia de 11 de março.

Nenhum comentário: