segunda-feira, 24 de novembro de 2008

EDUCAÇÃO EM CONTAGEM EM ALERTA VERMELHO

No apagar das luzes de 2008 e antes mesmo de iniciar a nova Gestão, Marilia Campos e Lindomar Diamantino II, dão mostras de como irão tratar a Educão em Contagem. Não bastasse as mais variadas formas de perseguição à Livre Organização dos trabalhadoras (es) em educação como a Ação pela Iegalidade da Greve de 2006, corte de ponto, não cumprimento de acordos de greve entre outros. O governo impõe o aumento da jornada de trabalho com o calendário de 210 dias e o fim da dispensa quinzenal. E mais o governo Marília, sem consultar e debater com ninguém altera o Ensino oferecido no turno da noite em Contagem, priorizando um programa do Governo Federal, o PROJOVEM, um projeto que nunca foi debatido pela categoria, ao que ja foi longamente debatido pelos trabalhadores nas escolas, colocando em risco a garantia de uma educação de qualidade.

Portanto os trabalhadores do EJA reunidos na sede da subsede contagem do sindute, votaram por um ato na Quinta Feira com concentração no Iria Diniz com concentração ás 18:30 Para defender a Educação de Jovens e Adultos, que esta ameaçada. Foi votado tambem a elaboraçao de uma carta aberta que sera entregue a população de Contagem.

Autoritarismo é quando se constrói um modelo de educação dessa forma! Portanto temos que nos organizar para barrar mais estes ataques de Marilia e Lindomar. Todos ao Conselho de Representantes do SINDUTE-Contagem do dia 26 de Novembro Quarta e ao Ato Em Defesa da EJA 18:30 no Iria Diniz.

Subsede Contagem/MG - MUDA SINDUTE

"SÓ A LUTA MUDA A VIDA"

Nenhum comentário: